Publicado em

Brownies

Vi uma receita que se intitulava as melhores brownies de sempre…hummm Adoro brownies. Preparei todos os ingredientes e liguei o forno.
Mal li a receita percebi logo que não iam ficar iguais aos que eu adoro… bem espessos e “fudgy”. Isto porque os “verdadeiros” brownies (para mim) são feitos numa panela, e os ingredientes incorporados com uma colher de pau. Esta receita pede para bater os ovos e o açúcar durante 10 minutos numa batedeira. O bolo ficou delicioso, mas não são os brownies de que gosto 🙂

 

[highlight]INGREDIENTES[/highlight]

  • 140g de manteiga sem sal
  • 140g de chocolate culinário
  • 3/4 chávena de açúcar
  • 3/4 chávena de açúcar amarelo
  • 2 colheres de chá de essência de baunilha
  • 4 ovos, a temperatura ambiente
  • ½ colher de chá de sal marinho
  • 1 chávena de farinha sem fermento, peneirada

 

[highlight]RECEITA[/highlight]

Forre a forma com papel vegetal. Unte com manteiga e reserve. Pré-aqueça o forno a 200º. Derreta o chocolate e a manteiga numa panela pequena em lume brando, mexendo sempre até a mistura ficar derretida e brilhante. Retire do lume e misture a baunilha. Bata os ovos e o sal numa batedeira. Adicione os açúcares e bata em velocidade alta durante cerca de 10 minutos, até que a mistura se torne de uma cor muito clara. Adicione a mistura de chocolate e bata em velocidade baixa começar a incorporar.

Peneire a farinha por cima e incorpore delicadamente.
Deite a massa na forma preparada. Coloque no forno e imediatamente baixe a temperatura para 180º. Asse por 40 minutos, ou até os brownies estarem bastante fudgy. Retire do forno e deixe arrefecer antes de cortara em quadrados.

p.s:Alterei a receita ligeiramente para não ficar tão doce. Podem ver a receita original neste link :
http://www.gilttaste.com/stories/4325-how-to-make-a-better-brownie

Publicado em

Peixe no forno com legumes e molho branco

Receita da RTP1 ontem de:

[highlight]INGREDIENTES[/highlight]

  • 4 medalhões ou lombos de peixe, usei pescada (mas pode incluir salmão, camarão, etc)
  • ½ limão rodelas
  • 1 folha de louro
  • leite
  • 1 cenoura, ralada
  • 1 courgette ralada
  • ½ saco de espinafres bebe
  • 200g de queijo ralado, pode ser mozzarella ou outro com mais sabor
  • ½ limão, sumo
  • tomilho ou oregãos, frescos ou secos, qb
  • molho branco
  • 2 colheres de sopa de manteiga
  • 2 colheres de sopa de farinha
  • 800ml de leite, a temperatura ambiente
  • noz moscada
  • 1 colher de chá de mostarda (opcional)

 

[highlight]RECEITA[/highlight]

Pré-aqueça o forno a 200º.
Coloque o peixe numa panela, cubra com um pouco de leite e agua. Tempere com sal, pimenta, rodelas de limão, louro. Leve ao lume e deixe levantar fervura. Baixe o lume e deixe cozinhar por 4 minutos só até o peixe começar a ficar opaco. Retire do lume e deixe arrefecer.
Entretanto rale os legumes e queijo para um prato de ir ao forno. Junte os espinafres e regue com o limão, misture. Se desejar polvilhe com alho em pó e ervas por cima. Tempere com sal e pimenta a gosto. Desfaça o peixe por cima desta mistura e incorpore.
Numa panela media derreta a manteiga em lume médio. Junte a farinha e cozinhe, mexendo por 2 minutos, para cozinhar o sabor da farinha. Junte o leite aos poucos, mexendo sempre com uma batedora de varas para não ficar com grumos. Tempere a gosto com sal, pimenta e noz moscada. Quando todo o leite tiver sido incorporado passe para uma colher de pau. Cozinhe mexendo por 6 minutos ou até o molho engrossar. Junte a mostarda se desejar. Retire do lume. Regue por cima da mistura de peixe. Polvilhe com queijo ralado se desejar.

Publicado em

Tempeh

Pessoalmente eu gosto mais de Tempeh do que Tofu…
O Tempeh tem sabor e textura.

Tempeh é composto por feijões de soja inteiros fermentados.
Rico em proteína como o tofu mas devido ao processo de fermentação tem vários outros beneficios:
Fácil de digerir.
Rico em enzimas, permite que coisas boas, como o ferro, zinco e cálcio sejam mais facilmente absorvidos pelo organismo.
Carregado de fibra .
Baixo teor de sódio.
Antibióticos naturais.
É rico em nutrientes como manganésio e zinco.
Ajuda a estabilizar o açúcar no sangue, e porque é fermentado, é cheio de probióticos saudáveis.

Esta e uma receita que adoro, é fácil de fazer e pode usar como prato principal, dentro de uma sandes ou até em sushi vegetariano 😉
[highlight]INGREDIENTES[/highlight]

  • 1 embalagem de Tempeh
  • 1/2 chávena de vinagre de cidra / Maça (eu usei um do IKEA de maça com arando)
  • 2 colheres de sopa de molho de soja
  • 2 colheres de sopa de mostarda de grão
  • 1/2 colher de chá de alho em pó
  • 1/2 colher de chá de pimentão doce
  • 2 colheres de sopa de azeite

[highlight]RECEITA[/highlight]
Pré-aqueça o forno a 180º.
Num pyrex coloque todos os ingredientes excepto o tempeh. Misture bem.
Corte o tempeh em fatias e coloque por cima da marinada. Deixe ficar por uns 5 minutos. Vire cada pedaço. Tape o pyrex com papel de alumínio e coloque no forno.
Asse por 20 minutos. Retire o papel de alumínio e asse por mais 5 minutos até o tempeh estar quase seco.
Retire do forno e coma!

Publicado em

Leite de amêndoa e baunilha

O primeiro livro que adquiri sobre leites de “frutos secos” e sementes foi em 1997, intitulado “Not milk… Nut Milks!” de Candia Cole. Aconselho vivamente a quem tem intolerância a leite, não consome leite por ser vegan ou simplesmente porque quer experimentar novos sabores.
Neste livro há muita informação sobre frutos secos e sementes… os seus beneficios, adoçantes naturais, fortificantes naturais, e receitas! Muitas receitas e combinações deliciosas e claro: saudáveis.
São fáceis de fazer, é só apanhar o jeito! É preciso ter um copo liquidificador, algum tipo de fruto seco (amêndoa, caju, noz, castanha do maranhão, etc) – mas atenção que têm de estar no seu estado cru! Não podem ser torradas, salgadas etc…, água engarrafada e um coador muito fino.

Para mim há algumas regras básicas..

1º O “fruto seco de casca dura” que decidir usar deve sempre colocar de molho, escorrer e voltar a passar por água. Este processo vai fazer com que sejam mais fáceis de digerir, vai activar enzimas, remover qualquer sabor mais amargo sem as ter de assar. Frutos mais duros como as amêndoas, avelãs etc entre 4 a 8 horas, nozes, castanhas do Maranhão, etc 2 horas, cajus, pinhões e sementes 1 hora. A ideia é : quanto mais dura for mais tempo de molho.
2º Usar sempre água engarrafada. Devido á pureza da água, assim pode conservar o leite por mais tempo.
3º Guardar o leite num recipiente limpo e hermeticamente fechado. Eu uso um frasco daqueles de compota de 1 litro, lavo bem em agua a ferver antes de usar. Pode conservar, no frigorífico, entre 2 a 4 dias se estiver bem frio.
4º Medidas – Normalmente 1 chávena de frutos secos de casca dura e 4 chávenas de água engarrafada.

 
[highlight]INGREDIENTES[/highlight]

Faz 4 chávenas

  • 1 chávena de amêndoas demolhadas
  • 4 chávenas de água engarrafada
  • uma pitada de (vai ajudar na conservação)
  • ¼ de uma vagem de baunilha
  • agave, tâmaras, mel, açúcar castanho a gosto
  • opcional: 1 colher de sopa de lecitina de soja (um fortificante natural que alem de conter vitB entre outros nutrientes essências ajuda a dar “cremosidade” ao leite)
  • 2 colheres de sopa de óleo de coco (ao contrário de outros tipos de gordura o óleo de coco devida à sua composição é mais provável que vá ser usado como energia do que guardado como gordura. Tem propriedades antibacterianas e antivirais, particularmente bom para impulsionar o sistema imunitário.http://www.naturalnews.com/023563.html

 

[highlight]RECEITA[/highlight]
Coloque todos os ingredientes num copo liquidificador. Tape bem, e bata por uns 3 a 5 minutos, até ficar tudo bem misturado.
Coloque um coador muito fino ( eu tenho um saco próprio para fazer este tipo de leite, mas no inicio usava um tecido de algodão por cima de um coador para ficar mesmo bem coado). Aperte bem para extrair todo o liquido. Prove, ajuste com mais adoçante se necessitar. Beba ou guarde no frigorífico.